quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Afinal, o que é Amaci? O espírito Ramatis responde:



As ervas utilizadas e as iniciações junto aos locais vibrados da Natureza da Terra têm por finalidade a renovação energética, o alinhamento dos chacras e a adequação do fluxo vibratório destes, nos diversos corpos sutis aos chacras dos Guias e Protetores de casa médium, que também os possuem, tanto no corpo astral quanto nos seus corpos mentais.

Evidencie-se que há uma espécie de junções nestes vórtices vibratórios, entre dimensões de frequências diferentes, o que requer imenso rebaixamento das entidades comunicantes, exigindo da parte dos encarnados elevação moral e harmonia como maneira de aumentar o tônus vibratório a ponto dos chacras se encaixarem.

Os chamados “amacis” nada mais são do que o uso de ervas, em que princípios astral magnético que as influenciam e que as ligam vibratoriamente  com as energias dos quatro elementos planetários, do ar, da terra, do fogo e da água, são adotados para a complementação energética dos médiuns.

Não são qualquer ervas, usadas aleatoriamente. Quando assim ocorrem, prepondera somente a boa vontade dos diretores e a autossugestão do médium, como uma espécie de placebo medicamentoso. Efetivamente, os princípios químicos em regência vibratória astrológica, afim não são liberados adequadamente, tornando-se inócuos nestes casos os “amacis”.

É fundamental que as ervas estejam alinhadas vibratoriamente com a astrologia e com os Orixás que influenciam os médiuns, para o efeito de se fortalecer a ligadura através dos chacras durante as manifestações dos Guias e Protetores.

Claro está que a ancestralidade e a própria sensibilização do corpo astral do médium pelos técnicos siderais antes de reencarnar são fundamentais para o sucesso das lides medianímicas no seio da Umbanda, que vai além do intercâmbio meramente mental, só pelo pensamento.

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...