sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Tambores de Angola



O livro "Tambores de Angola" psicografado pelo médium Robson Pinheiro, é uma romance mediúnico lançado pela primeira vez no ano de 1998. O autor convive com sua mediunidade desde a infância. Em 1989 recebeu das mãos do médium Chico Xavier uma comunicação de sua mãe Everilda Batista, onde ela expressava o desejo de dar continuidade ao trabaho que realizava quando encarnada. Nasce assim em 1992, a Sociedade Evenilda Batista, instituição onde Robson Pinheiro se dedica as atividades sociais e mediúnicas. A editora Casa dos Espíritos, da qual Robson Pinheiro é fundador nasce já com um vínculo direto com a Sociedade Everilda Batista e detem os direitos autorais das obras do médium.

A obra Tambores de Angola é o primeiro romance ditado pelo espírito Ângelo Inácio e surge de forma inesperada ao médium, que ao conhecer detalhes que o enredo revela fcou extremamente impressionado.
Chegou a vez da umbanda, e porque não?Apesar de todo preconceito que ainda existe, à leis que defendem o direito a liberdade de crença e religião.

Esta obra chega para balançar os pilares da ortodoxia espírita, quebrar paradigmas e esclarecer as consciências e não para ser somente mais um livro nas prateleiras, descatado por aqueles que se dizem seguidores do espiritismo, da doutrina de Kardec, como se essa fosse a única e absoluta verdade, pois infelizmente mesmo nesse meio existem almas ainda não esclarecidas, e pior não querem ser esclarecidas.

Os preconceitos, a intolerância religiosa e cultural é o mal que ganha forma e mais e mais adeptos. 

A narrativa de Tambores de Angola chega aos leitores curiosos e também aos estudiosos para iluminar e desvanecer as sombras do preconceito e da intolerância, revelando a estrutura de uma organização das trevas, a ação nefasta de seres experientes no trato com o magnetismo e a hipnose e não menos importante a descrição clara dos vários trabalhos realizados na umbanda, com toda sua simplicidade e em seu verdadeiro sentido, o que muitos desconhecem, inclusive aqueles que se autodenominam umbandistas.

Tambores de Angola ao mesmo tempo que penetra no universo da umbanda para desmistificar a figura dos caboclos, pretos-velhos e exus, entidades que são tão mal compreendidas, também trás a história do personagem principal, que é vítima de um grave caso de obsessão e todas as dificuldades por qual passa entre a desobsessão, compreender a umbanda e respeitá-la, conhecer o espiritismo e sua complexidade sem os preconceitos que muitos emprestam a esta doutrina.


Por Juliana Santana

Um comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...